A competição mais importante do nosso continente está começando e o Leitura de Jogo mais uma vez se faz presente com o Guia da Copa Libertadores da América 2020. Uma competição onde as 47 melhores equipes da América do Sul estarão disputando o troféu mais cobiçado entre os clubes latinos: a Libertadores.

Neste guia você vai saber como chegam os clubes para a competição, as diferentes fases do torneio, os destaques das equipes, principais reforços e as curiosidades de cada um dos grupos da Libertadores.

A competição começa dia 21 de janeiro e termina na grande final, no dia 21 de Novembro de 2020, no Maracanã.

Dividida em 8 fases, a competição conta com as fases preliminares (1, 2 e 3) que definem as últimas 4 vagas na fase de grupos, que se juntarão as 28 equipes classificadas diretamente a esta fase. Na sequencia, os dois primeiros de cada grupo avançam para as fases eliminatórias que são 3: oitavas, quartas, semi-final em jogos de ida e volta. Finalmente, a competição termina com a grande decisão, que pela segunda vez na história, será em jogo único.

Saiba mais – Copa Libertadores da América: história, campeões e curiosidades.

Primeira Fase da Libertadores 2020

Clubes da Primeira Fase da Copa Libertadores 20200

A primeira fase da Copa Libertadores conta com 6 equipes. O Barcelona de Guayaquil, representando o Equador, o Carabobo da Venezuela, o Guarani do Paraguai, o Progreso do Uruguai, o San José da Bolívia e o Universitario do Peru. Os confrontos foram definidos por sorteio e em jogos de mata-mata, 3 equipes avançam para a segunda fase.

E1 
21/01 – 19.15 hs. – Carabobo (VEN) x Universitario (PER)
28/01 – 21.30 hs. – Universitario (PER)  x Carabobo (VEN) 

E2 
22/01 – 19.15 hs. – San José (BOL) x Guaraní (PAR) 
29/01 – 19.15 hs. – Guaraní (PAR) x San José (BOL) 

E3 
22/01 – 21:30 hs. – Progreso (URU) x Barcelona SC (EQU)
29/01 – 21.30 hs. – Barcelona SC (EQU) x Progreso (URU)

Segunda Fase da Libertadores 2020

Clubes da Segunda Fase da Copa Libertadores 2020

Para a segunda fase, os 3 clubes classificados da fase 1 somam-se a outras 13 equipes, somando então, 16 times que se enfrentam em 8 confrontos eliminatórios, em jogos de ida e volta. As 8 equipes vencedoras dos confrontos avançam para a terceira fase.

Nesta fase já encontramos duas equipes brasileiras: o Corinthians que espera o vencedor de Carabobo (VEN) e Universitário (PER) e o Internacional, que enfrenta a Universidad do Chile.

C1
05/02 – 19.15 hs. – Vencedor E2 x Cerro Porteño (PAR) 
12/02 – 17.15 hs. – Cerro Porteño (PAR) x Vencedor E2 

C2
05/02 – 19.15 hs. – Cerro Largo (URU) x Palestino (CHI) 
12/02 – 17.15 hs. – Palestino (CHI) x Cerro Largo (URU) 

C3
04/02 – 21:30 hs. – Independiente Medellín (COL) x Deportivo Táchira (VEN) 
11/02 – 17.15 hs. – Deportivo Táchira (VEN) x Independiente Medellín (COL)

C4
04/02 – 21.30 hs. – Macará (EQU) x Deportes Tolima (COL)
11/02 – 19.30 hs. – Deportes Tolima (COL) x Macará (EQU)

C5
04/02 – 19.15 hs. – Universidad de Chile (CHI) x Internacional (BRA) 
11/02 – 17.15 hs. – Internacional (BRA) x Universidad de Chile (CHI)

C6
05/02 – 21.30 hs. – The Strongest (BOL) x Atlético Tucumán (ARG) 
12/02 – 19.30 hs. – Atlético Tucumán (ARG) x The Strongest (BOL)

C7
05/02 – 21.30 hs. – Vencedor E1 x Corinthians (BRA)
12/02 – 19.30 hs. – Corinthians (BRA) x Vencedor E1 

C8 
06/02 – 21.30 hs. – Vencedor E3 x Sporting Cristal (PER)
13/02 – 19.30 hs. – Sporting Cristal (PER) x Vencedor E3 

Terceira Fase da Libertadores 2020

Na terceira e ultima fase pré-classificatória, os vencedores da segunda fase se enfrentam novamente em jogos eliminatórios de ida e volta, com os confrontos já definidos por sorteio.

Se o Corinthians avançar, enfrenta o vencedor de Cerro Largo (URU) e Palestino (CHI), e o Internacional, também se avançar de fase, enfrentará o ganhador entre Deportes Tolima (COL) e Macará (EQU)

Aqui vale lembrar que caso Internacional e Corinthians cheguem a fase de grupos, o Internacional entra no Grupo E, justamente a chave do Grêmio, seu maior rival. E o Corinthians, chegando a fase de grupos, ingressaria no grupo B, justamente a chave do Palmeiras, seu arquirrival.

G1 – Vencedor C1 x Vencedor C8 – Vencedor vai ao Grupo A 
G2 – Vencedor C2 x Vencedor C7 – Vencedor vai ao Grupo B
G3 – Vencedor C3 x Vencedor C6 – Vencedor vai ao Grupo H
G4 – Vencedor C4 x Vencedor C5 – Vencedor vai ao Grupo E 

Fase de Grupos da Libertadores 2020

A fase de grupos da Copa Libertadores da América conta com 8 chaves de 4 clubes cada uma, onde os 2 primeiros colocados avançam para as oitavas de final da competição e o terceiro colocado garante uma vaga na segunda fase da Copa Sul Americana.

Confira os grupos e como chegam as equipes para essa fase da competição.

Grupo A

Grupo A Copa Libertadores 2020

No Grupo A está o atual campeão e bi da Libertadores da América, o Flamengo (1981 e 2019) junto com Independiente del Valle, do Equador, o Junior de Barranquilla, da Colombia e uma ultima vaga em definição. Favoritismo para o Flamengo ficar com a primeira posição do grupo e briga acirrada pela segunda vaga.

Flamengo (BRA)

O Flamengo é o atual campeão da Libertadores da América e atual campeão brasileiro e por isso é o cabeça de chave do Grupo A da Libertadores. Esta será a 16ª participação do Flamengo na competição.

https://www.youtube.com/watch?v=K5f2rubN5Mw

O clube manteve a comissão técnica e a base do elenco campeão em 2019 e ainda reforçou-se para 2020. O rubro-negro já tem confirmadas as contrações do zagueiro Gustavo Henrique, do volante Thiago Maia, e dos atacantes Pedro Rocha, Michael e Pedro. No entanto, ainda está indefinida a permanência de Gabigol no clube para esta temporada.

Mas quem chegou vai ter que buscar espaço na equipe. O provável time base do Flamengo para iniciar 2020 deve ser o mesmo que terminou 2019 com: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão e Gerson; Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Independiente del Valle (EQU)

O Independiente del Valle deve ser a equipe que dará mais trabalho ao Flamengo no Grupo A da Libertadores. O time chega a competição como Campeão da Copa Sul Americana de 2019. É a 6ª participação do clube na Copa Libertadores.

O estilo de jogo do time equatoriano é jogar na velocidade, explorando os contra-ataques, principalmente com o jovem meia John Sanchez, de apenas 20 anos, destaque da equipe. O time é comandado por outro jovem, o espanhol Miguel Angel Ramirez, de apenas 35 anos, quem dirige pela primeira vez uma equipe profissional de futebol.

Junior Barranquilla (COL)

O Junior de Barranquilla, da Colombia, chegou diretamente a fase de grupos como Campeão do Torneio Apertura de 2019. O clube que já tem 9 títulos do campeonato colombiano chega para sua 16ª participação na competição mais importante da América.

Comandado pelo ex-zagueiro Luis Fernando Suárez, o time colombiano tem como destaque o atacante Teo Gutierrez e repatriou o atacante colombiano Borja, que estava no Palmeiras.

Vencedor G1

Para a 4ª vaga do Grupo A são 6 as possibilidades: San José (BOL), Barcelona (EQU), Guarani (PAR), Sporting Cristal (PER), Progreso (URU) e Cerro Porteño (PAR).

O favoritismo fica entre o Cerro Porteño do Paraguai e o Barcelona do Equador.

Curiosidades do Grupo A:

  • Flamengo e Independiente del Valle se enfrentaram pelo Grupo A da Copa Libertadores e também vão decidir a Recopa Sul Americana, nos dias 19 e 26 de Fevereiro de 2020.
  • O Independiente del Valle classificou pela primeira vez a Copa Libertadores em 2014. A partir de então, classificou-se sequencialmente em todas as edições, excepto a de 2019 quando foi disputar a Copa Sul Americana e sagrou-se campeão da competição.

Grupo B

Grupo B Copa Libertadores 2020

A maior expectativa no Grupo B é a possibilidade do confronto entre Palmeiras e Corinthians que será confirmado, caso o Corinthians chegue a esta fase da competição. No grupo, Palmeiras e Corinthians são os únicos clubes que já conquistaram a competição: o Palmeiras em 1999 e o Corinthians em 2012. O Palmeiras juntamente com o Corinthians (caso este chegue a fase de grupos) são os favoritos para avançar a seguinte fase da competição.

Palmeiras (BRA)

O Palmeiras garantiu vaga direta a fase de grupos da competição ao finalizar o campeonato brasileiro de 2019 na 3ª posição. O clube paulista participará da sua 20ª Copa Libertadores e é, juntamente com Grêmio e São Paulo, o clube com mais edições disputadas.

Como novidade, o alvi-verde paulista tem o treinador multi-campeão Vanderlei Luxemburgo novamente no comando da equipe, mas ainda não reforçou o elenco para 2020.

O atual time base do Palmeiras para 2020 deve ter: Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Felipe Melo e Diogo Barbosa; Gabriel Menino, Bruno Henrique e Lucas Lima; Raphael Veiga, Dudu e Luiz Adriano.

Bolívar (BOL)

O Bolívar chegou diretamente a fase de grupos da Libertadores como Campeão do Torneio Apertura da Bolivia em 2019. Essa é a sua participação de número 34 na competição e o clube tem 23 títulos do campeonato boliviano.

O time boliviano é comandado pelo argentino Claudio Alejandro Vivas, quem foi auxiliar técnico de Marcelo Bielsa. Os destaques da equipe são os atacantes Juan Carlos Arce, com mais de 60 jogos pela seleção boliviana e os argentinos Jorge Pereyra Díaz e Marcos Riquelme, este último regressando de empréstimo da Universidad do Chile.

Tigre (ARG)

O Tigre chegou diretamente a fase de grupos da competição ao conquistar o título de Campeão da Copa da Superliga Argentina de Futebol de 2019, torneio criado em 2019 no formato mata-mata para ocupar um espaço vazio no reformulado calendario argentino. Esta será somente a 2ª participação do Tigre na Libertadores. Curiosamente, o Tigre se encontra neste momento na segunda divisão argentina.

Comandado por Nestor Gorosito, o time argentino tem como destaque o meia uruguaio, ex-Grêmio e Vasco da Gama, Maximiliano Rodriguez e o atacante argentino Emanuel Dening.

Vencedor G2

São 5 as possibilidades para a última vaga no grupo B, sendo o Corinthians a de maior expectativa pela rivalidade com o Palmeiras. As outras 4 equipes são: Cerro Largo (URU), Palestino (CHI), Carabobo (VEN) e Universitario (PER). Favoritismo total para o timão ficar com a vaga.

Curiosidades do Grupo B:

  • O Tigre ficou “famoso” após um inusitado episódio em 2012, quando na final da Copa Sul Americana, depois de perder o primeiro tempo por 2 x 0 para o São Paulo no Morumbi, negou-se a entrar em campo para a disputa do segundo tempo. O São Paulo foi então declarado campeão.
  • No campeonato argentino 2018/19 o Tigre ficou em 9º lugar na tabela o que daria um vaga na Copa Sul Americana. Mas como o clube foi rebaixado (porque na Argentina ainda funcionava o rebaixamento pela média das ultimas temporadas) o time acabou perdendo o direito a vaga na competição. No entanto, foi campeão da Copa da Superliga e ganhou uma vaga a Copa Libertadores.

Grupo C

Grupo C Copa Libertadores 2020

No Grupo C, o Peñarol do Uruguai, 5 vezes campeão da Libertadores (1960, 1961, 1966, 1982 e 1987) é o cabeça de chave e tem a companhia do chileno Colo-Colo (campeão em 1991), do brasileiro Athletico Paranaense e da equipe boliviana Jorge Wilstermann. Apesar de ter dois campeões da libertadores na chave, são grandes as possibilidades para o CAP avançar de fase, com Peñarol e Colo-Colo disputando a outra vaga.

Peñarol (URU)

O Peñarol, terceiro clube mais vezes campeão da América, atrás apenas dos argentinos Independiente e Boca Juniors, classificou-se diretamente a fase de grupos da Libertadores como vice-campeão do campeonato uruguaio de 2019. É o clube, junto com o Nacional, com o maior número de participações na competição, com 48 no total.

Na sua primeira experiencia como treinador, o ídolo do futebol uruguaio, Diego Forlán comandará a equipe na temporada 2020. Os destaques da equipe são o meia Cristian “Cebolla” Rodriguez e o atacante Lucas Viatri.

Colo-Colo (CHI)

Com sua participação de número 34 na Copa Libertadores, o histórico campeão de 1991, garantiu sua vaga direta a fase de grupos da competição com o vice-campeonato chileno de de 2019.

Comandado pelo chileno Mario Salas, a grande novidade da equipe para o ano é o retorno do volante chileno Matías Fernández, eleito melhor jogador da América em 2006, que regressa ao clube de origem depois de 10 temporadas na europa e 2 no futebol mexicano.

Athletico Paranaense (BRA)

O Athletico Paranaense foi o grande campeão da Copa do Brasil em 2019, título que lhe garantiu vaga direta para disputar a sua 7ª edição da Copa Libertadores.

https://www.youtube.com/watch?v=xLdgD-7MhGo

Para conduzir a equipe na temporada 2020, foi contratado Dorival Junior, mas o clube perdeu jogadores importantes como Marco Ruben, Marcelo Cirino e Camacho. Como destaques do time, estão o goleiro Santos, o meia Bruno Guimarães e os atacantes Nikão e Rony. Este último no entanto, dificilmente permanecerá no clube, visto que é disputado por Corinthians e Palmeiras, que querem contar com o jogador para essa temporada.

O provável time do CAP para 2020 teria: Santos, Jonathan, Léo Pereira, Thiago Heleno e Adriano; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Rony e Vitinho.

Jorge Wilstermann (BOL) 

O clube boliviano chega a esta edição da Copa Libertadores como Campeão do Torneio Clausura de 2019 e esta será sua participação de número 19 na competição.

Sob o comando do argentino Cristian Leonel Díaz, tem como destaques o experiente zagueiro Edward Zenteno, o meia argentino Cristian Chávez, ex-Boca Juniors e o atacante Gilbert Álvarez, ex-Cruzeiro.

Curiosidades do Grupo C:

Grupo D

Grupo D Copa Libertadores 2020

Grupo da morte? Provavelmente sim! Com a presença de 3 clubes campeões da Libertadores, a chave promete ser complicada. Com o River Plate, tetra-campeão da Libertadores (em 1986, 1996, 2015 e 2018), o São Paulo, tri-campeão (1992, 1993 e 2005) e a LDU, campeã em 2008, o grupo se mostra muito difícil. E o modesto Binacional do Peru já sabe que pagará a conta. A previsão é de classificação do River Plate e briga entre São Paulo e LDU pela segunda vaga.

River Plate (ARG)

O River Plate, campeão em 2018 e vice-campeão em 2019 chegou para essa edição da Copa Libertadores da América como o campeão da Copa da Argentina, temporada 2018/19. Esta é a sua participação de número 36 na competição.

https://www.youtube.com/watch?v=lc4x8O215a4

Desde 2014 sob o comando de Marcelo Gallardo, o time argentino tem como destaques o volante Enzo Perez, o meia Nacho Fernandez e o atacante colombiano Rafael Santos Borré. O time atualmente lidera o campeonato argentino.

São Paulo (BRA)

Desde 2016 sem chegar a fase de grupos da Copa Libertadores, o São Paulo está de volta pela 6ª posição no Campeonato Brasileiro de 2019. O clube é juntamente com Grêmio e Palmeiras a equipe brasileira que mais vezes disputou a competição, com 20 participações no total.

Atualmente treinado por Fernando Diniz, o time tem como destaque o lateral multicampeão pelo Barcelona, Daniel Alves, o zagueiro Arboleda e o meia Tche Tche.

O provável time do São Paulo para iniciar a temporada teria: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Daniel Alves; Everton, Pablo e Vítor Bueno

LDU (EQU)

A LDU chega a esta edição da Copa Libertadores como vice-campeã do campeonato equatoriano de 2019. É a 19ª participação do clube na competição.

Chamado de “Rey de Copas” no Equador, o time é comandado pelo uruguaio Pablo Repetto, quem assumiu o time em 2017 e o livrou do rebaixamento. No ano seguinte, o treinador levou a LDU ao título do campeonato equatoriano e em 2019 a fase de quartas-de-final da Libertadores e ao título da Copa do Equador. O time traz como reforço o meia Sornoza, que estava no Corinthians.

Binacional (PER)

O Binacional do Perú é um time novo, fundado em 2010 e desde 2018 participa da Primeira Divisão do Peru , depois de ganhar a Copa do Peru em 2017. No ano de 2019 foi o campeão do campeonato peruano e com isso garantiu vaga direta na Copa Libertadores 2020.

https://www.youtube.com/watch?v=O9hZbQ4ChuY

O time é treinado pelo argentino César Vigevani, que foi campeão boliviano pelo Bolívar em 2019. Os destaques do time são o meia colombiano Johan Arango, recém-contratado, além do meia Yorkman Tello e do zagueiro Jeickson Reyes.

Curiosidades do Grupo D:

  • No dia 22 de Dezembro de 2019, o lateral Edison Realpe, da LDU de Quito, morreu em um acidente de trânsito em uma estrada da província costeira de Esmeraldas, no noroeste do Equador.
  • Com um total de 8 títulos da Libertadores, a chave D é o grupo com mais títulos da competição.

Grupo E

Grupo E Copa Libertadores 2020

O Grupo E também traz grande expectativa: um clássico Grenal pela primeira vez na história da Libertadores. Isso porque se o Internacional avançar as fases pré-classificatórias entrará no Grupo E. Por outro lado, Grêmio e Internacional são as únicas equipes com títulos da Libertadores na chave. O Grêmio é tri-campeão (1983, 1995 e 2017) e o Internacional é bi-campeão (2006 e 2010).

Grêmio (BRA)

O Grêmio chegou pelo menos a semi-final da Copa Libertadores nas últimas 3 edições, todas sob o comando de Renato Gaúcho. Chegou a esta edição da competição pela 4ª posição conquistada no campeonato brasileiro de 2019.

Para a temporada 2020, o clube trouxe o goleiro Vanderlei, os laterais Victor Ferraz, Orejuela e Caio Henrique e o volante Lucas Silva. O Grêmio ainda busca um meia e um atacante para reforçar o elenco.

O provável time titular do Grêmio para 2020 deverá ter: Vanderlei, Orejuela (Victor Ferraz), Geromel, Kannemann e Caio Henrique; Lucas Silva, Matheus Henrique, Alisson e Jean Pyerre; Everton e Luciano.

Universidad Católica (CHI)

A Universidad Católica credenciou-se a fase de grupos da Copa Libertadores de 2020 ao conquistar o título do campeonato chileno em 2019. É a participação de número 27 da equipe chilena no torneio.

https://www.youtube.com/watch?v=UkWQegmfEYk

O time será comandado em 2020 pelo treinador argentino Ariel Holan. Os destaques do time são o volante José Pedro Fuenzalida e os atacantes Diego Valencia e Sebastian Saez.

América de Cali (COL)

O América de Cali teve sua ultima participação na Copa Libertadores no ano de 2009. Rebaixado em 2011, o clube ficou 5 temporadas na segunda divisão colombiana e volta a disputar a maior competição do continente depois do título do campeonato nacional em 2019. Será a participação de número 20 do clube no torneio.

O clube é treinado pelo brasileiro, naturalizado costarriquenho, Alexandre Guimarães. O principal jogador do time, o atacante Michael Rangel não tem sua permanencia assegurada, visto que estuda propostas do exterior. Duvan Vergara, seu companheiro de ataque é outro destaque do time.

Vencedor G4

São 4 as equipes que disputam uma vaga para esse grupo, mas a maior expectativa é a confirmação do Internacional na chave. Os outros competidores são a Universidad do Chile, o Macará da Venezuela e o Deportes Tolima, da Colombia.

Curiosidades do Grupo E:

  • O América de Cali tem uma façanha única na Libertadores: foi vice-campeão da competição 3 anos consecutivos, nos anos de 1985 a 1987. Na Colômbia, acredita-se que o motivo seja a “maldição de Garabato”, um ex-jogador e dirigente que amaldiçoou o clube em 1948, dizendo que o América jamais seria campeão.
  • Em 2011 o Deportes Tolima eliminou um gigante brasileiro na pré-libertadores, o Corinthians. Poderia repetir a façanha e eliminar o Internacional em 2020.

Grupo F

Grupo F Copa Libertadores 2020

O Grupo F traz o tri-campeão da América, Nacional do Uruguai (campeão em 1971, 1980 e 1988), o Racing da Argentina (campeão em 1967), o Alianza Lima (PER) e o Estudiantes de Mérida (VEN). Favoritismo para Nacional e Racing no grupo.

Nacional (URU)

O Nacional chega a Copa Libertadores como o campeão do campeonato uruguaio de 2019. O time com mais participações em toda a história da Libertadores (48 no total, junto com Peñarol) sonha com voltar a ser grande no cenário continental.

O clube é treinado pelo ex-goleiro uruguaio Gustavo Munúa, quem assumiu depois do pedido de demissão do treinador Álvaro Gutiérrez, apenas 3 dias depois da conquista do título uruguaio. Os destaques do time são os meias Matias Zunino e Chori Castre e o atacante argentino Gonzalo Bergessio.

Racing (ARG)

O Racing, primeiro clube argentino a ser campeão mundial, participará da sua 10ª Copa Libertadores da América. La Academia foi campeã da Superliga Argentina de Futebol de 2018/19, título este que teve cobertura especial do Leitura de Jogo.

https://www.youtube.com/watch?v=UOf1nDukhgI

Com a saída de Eduardo Coudet que foi para o Internacional, o Racing foi buscar o treinador no seu arquirrival, o Independiente, e trouxe Sebastián Beccacece, que assumiu o comando da equipe. Os destaques do time são o meia Matias Rojas e os atacantes Lisandro Lopez e Darío Cvitanich. Atualmente, o Racing é o 8º colocado no campeonato argentino.

Alianza Lima (PER)

O Alianza Lima chega a Copa Libertadores da América de 2020 na condição de vice-campeão do campeonato peruano 2019. O clube participará da sua edição de número 27 no torneio continental.

Desde 2017 o clube é treinado pelo uruguaio Pablo Bengoechea. O clube trouxe como reforços o atacante colombiano Cristian Zuniga, quem foi goleador do campeonato do Panamá em 2019 e o goleiro peruano Steven Aldair Rivadeneyra, mas perdeu seu principal goleador, o meia Kevin Quevedo.

Estudiantes de Mérida (VEN)

Vice-campeão do Campeonato Venezuelano de 2019, o Estudiantes de Mérida chega para disputar sua 8ª Copa Libertadores da América. Fundado apenas em 1971, o clube venezuelano conquistou 2 vezes o campeonato nacional, em 1980 e 1985, e disputou sua última Libertadores em 2003.

O argentino Martín Brignani é o comandante técnico da equipe, desde junho de 2018 e foi um dos responsáveis pelo retorno da equipe a maior competição sul-americana. Os destaques do time são o atacante colombiano Wilson Mena e o meia Jesus Meza.

Curiosidades do Grupo F:

  • No dia 8 de dezembro de 1987, um avião Fokker F27 levando a delegação do Alianza Lima caiu no mar e todos os 43 passageiros morreram. No avião estavam 16 jogadores do Alianza Lima e toda sua comissão técnica, além de torcedores e dirigentes do time peruano. Apenas o piloto sobreviveu.
  • Em 1999 o Estudiantes de Mérida chegou as quartas-de-final da copa Libertadores e enfrentou o Cerro Porteño. Venceu o jogo de ida por 3 x 0. Mas no jogo de volta, sofreu uma virada histórica e perdeu por 4 x 0 e acabou eliminado da competição. O gol da classificação do Cerro Porteño foi marcado pelo goleiro, Danilo Aceval, em cobrança de penalti aos 42 minutos do segundo tempo.

Grupo G

Grupo G Copa Libertadores 2020

O Grupo G tem a tradição de dois tri-campeões da Libertadores, o Santos (1962 , 1963 e 2011) e o Olímpia (1979, 1990 e 2002) e a inexperiência de dois novatos, o Delfín SC do Equador, que disputa apenas sua 3ª edição da Libertadores e o estreante Defensa y Justicia da Argentina. Favoritismo total para os paraguaios e brasileiros avançarem de fase.

Olímpia (PAR)

O Olímpia chega na condição de campeão dos torneios Clausura e Apertura do futebol paraguaio em 2019. O clube ainda é o terceiro com mais participações em toda a história da Libertadores, 42 no total.

https://www.youtube.com/watch?v=ieZLb_Es-aw

O time é comandado pelo argentino Daniel Garnero. Imortal, o principal goleador do time é o experiente atacante Roque Santa Cruz, que mesmo com seus 38 anos, marcou 28 gols em 2019 e foi o goleador da equipe. Como reforços, o clube paraguaio anunciou o zagueiro uruguaio Diego Polenta, que estava no LA Galaxy e o lateral Alan Benítez, do Libertad.

Santos (BRA)

O Santos foi o vice-campeão brasileiro da temporada 2019 e com isso, garantiu vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores. O Peixe disputará a Copa Libertadores pela 15ª vez.

Com o sucesso do português Jorge Jesus no Flamengo, o Santos tratou de trazer seu próprio português e contratou Jesualdo Ferreira para comandar a equipe em 2020. Campeão em clubes 3 continentes com o Porto, Zamalek (Egito) e Al-Sadd (Catar), o português vem buscar conquistas agora no continente sul-americano.

O provável time base do Santos para 2020 deverá ter: Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Evandro e Carlos Sánchez; Marinho, Soteldo e Sasha.

Delfín (EQU)

O Delfín SC foi o grande campeão do campeonato equatoriano de futebol de 2019, primeiro título nacional da sua história. Com isso, garantiu a sua 3ª participação na Libertadores. Vale lembrar que o clube foi fundado apenas em 1989.

Depois da conquista do título equatoriano, o treinador Fabian Bustos se transferiu para o Barcelona de Guayaquil. O jovem espanhol Miguel Angel Lopez, de apenas 36 anos, assumiu o comando da equipe. Destaques na conquista do título, o goleiro Pedro Ortiz foi para o Emelec, o zagueiro Pedro Pablo Perlaza foi para a LDU e o meia Bruno Piñatares se transferiu para o Barcelona de Guayaquil. O time desmontou é é difícil pensar que fará uma boa Copa Libertadores.

Defensa y Justicia (ARG)

O Defensa y Justicia é um estreante em Copa Libertadores da América, participando pela primeira vez da competição, depois de ficar com o vice-campeonato da Superliga Argentina de Futebol de 2018/19. O time argentino jamais conquistou um titulo nacional da primeira divisão.

O time é comandado pelo argentino Mariano Soso, de 38 anos. Do vice-campeonato argentino, o Defensa y Justicia perdeu seus principais jogadores. O lateral Lisandro Martinez foi para o Ajax da Holanda e o meia Matias Rojas foi para o Racing. Os destaques são os atacante Ignácio Aliseda de apenas 19 anos e Nicolás Fernandez. A equipe atualmente ocupa apenas a 14ª posição na Superliga Argentina.

Curiosidades do Grupo G:

  • Fundado em 1989, o Delfin SC foi campeão já na sua primeira participação da Serie B equatoriana no primeiro semestre de 1989, garantindo assim seu primeiro acesso a divisão de elite do futebol nacional no segundo semestre do mesmo ano de fundação.
  • Em 1962, o Santos de Pelé foi o primeiro clube brasileiro a conquistar o título estadual, o nacional, o continental e o mundial, feito este, jamais repetido em nosso futebol.

Grupo H

Grupo H Copa Libertadores 2020

Fechando o último grupo, encontramos o segundo maior campeão da história da Libertadores, o Boca Juniors, que tem 6 títulos (1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007). O Boca terá a companhia do Libertad (PAR), Caracas (VEN) e um quarto clube ainda a ser definido. Favoritismo para a classificação de Boca Juniors e Libertad, embora possa haver uma briga interessante pela segunda vaga.

Boca Juniors (ARG)

O Boca Juniors chegou a esta edição da Copa Libertadores por conquistar a 3ª colocação da Superliga Argentina de Futebol de 2018/19. É a participação de número 29 do clube na competição.

O time é treinado por Miguel Ángel Russo, quem comandou o Boca Juniors no sua última conquista da Copa Libertadores, em 2007, quando fez a final contra o Grêmio. O time é solido com o goleiro Esteban Andrada, os laterais Buffarini e Emmanuel Mas, o zagueiro Lisandro Lopez, o meia Emanuel Renyoso e o atacante Eduardo Salvio. Destaque ainda para as jovens promessas do meio campo, Nicolás Capaldo e Alexis Mac Allister.

Libertad (PAR)

O Libertad chega a Copa Libertadores diretamente a fase de grupos por obter a melhor pontuação na temporada de 2019 no seu país. É a participação de número 19 do clube na competição. O clube é ainda 20 vezes campeão do Paraguai.

Para comandar o time na Copa Libertadores, foi anunciado Ramón Ángel Díaz, campeão da Libertadores em 1996 comandando o River Plate. Os destaques da equipe são o meia colombiano Macnelly Torres e os atacantes Óscar Cardozo e Antonio Bareiro.

Caracas (VEN)

O Caracas da Venezuela chega para essa edição da Copa Libertadores como o grande campeão do campeonato venezuelano de futebol de 2019, título conquistado nos penaltis na final frente o Estudiantes de Mérida. É a participação de número 19 do Caracas na competição, sendo o segundo clube venezuelano a ter mais participações no certame, atrás apenas do Deportivo Táchira.

https://www.youtube.com/watch?v=jIlOIYmTBd4

Na Copa Libertadores, o time será comandado por Noel Sanvicente, que está a frente da equipe desde 2017. O time repatriou o meia-atacante Luis Ramirez, quem estava no futebol eslovaco e trouxe ainda os zagueiros Carlos Rivero e Junior Moreno. Os destaques da equipe são os atacantes Richard Celis e Robert Hernandez.

Vencedor G3

Muito equilibrio na disputa para a última vaga no Grupo H. Os candidatos são o Independiente de Medellin (COL), o The Strongest (BOL), o Deportivo Táchira (VEN) e o Atletico Tucuman (ARG). Imprevisível!

Curiosidades do Grupo H:

Critérios de desempate da Libertadores

O regulamento da Copa Libertadores prevê diferentes critérios de desempate para três fases distintas da competição, a saber:

Fase de Grupos

Na fase de grupos, em caso de empate em pontos entre duas ou mais equipes, os criterios de desempate são, pela ordem:

  1. Saldo de gols;
  2. Maior número de gols marcados;
  3. Maior número de gols marcados como visitante;
  4. Melhor colocação no Ranking da Conmebol em 15-12-2009.

Fases Preliminares e Eliminatórias

Para as fases preliminares (Fases 1, 2 e 3) e as Eliminatórias (Oitavas, Quartas e Semifinal), em caso de empate em pontos, os criterios de desempate são, pela ordem:

  1. Saldo de gols;
  2. Maior número de gols marcados como visitante;
  3. Definição por penaltis.

Desempate na Final

Em caso de empate no jogo final, haverá um tempo adicional (prorrogação) de 30 minutos, divididos em 2 tempos de 15 minutos. Persistindo a igualdade o título será decidido nos penaltis.

Transmissão de Jogos da Libertadores 2020 pela TV e Internet

Uma questão que sempre preocupa o torcedor é saber onde e como acompanhar os jogos da Copa Libertadores. Não perca nada, veja na sequencia onde assistir.

Transmissão no Brasil

Rede Globo – transmite apenas os jogos dos times do Brasil nas noites de terça-feira ou quarta-feira.
Facebook Watch – transmite os jogos nas noites de quinta-feira, exceto semi-finais e a final.
Fox Sports e SporTV – Cada emissora transmitirá até 50% do jogos, sem transmissão compartilhada, exceto a final.

Transmissão na Colômbia

RCN e Caracol – apenas os jogos dos times da Colômbia nas quartas-feiras.
Canal 1 – apenas os jogos dos times da Colômbia nas terças-feiras.
Canal A – apenas os jogos dos times da Colômbia nas terças-feiras.
Fox Sports – todos os jogos da Copa Libertadores.

Demais países da América Latina

Na Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, a Fox Sports transmite 100% dos jogos da Copa Libertadores.

Final em jogo único no Maracanã

Pelo segundo ano consecutivo, a Copa Libertadores será disputada em partida única. Para essa edição, a sede escolhida foi o histórico estádio do Maracanã, em comemoração ao seu 70º aniversário.

A grande final da Copa Libertadores 2020 será disputada no dia 21 de Novembro de 2020, um sábado, no Maracanã, Rio de Janeiro.

Compartilhe: