Futebol, polêmicas e Maradona: a semana na Argentina

A Copa da Liga Profissional começou na Argentina, com uma rodada cheio de emoções, polêmicas e, claro, muito futebol, o que acalmou a ansiedade de todos os torcedores que esperaram quase 8 meses para ver seus times em campo. Além disso, nesta semana teremos os jogos decisivos da Copa Sul Americana.

No entanto, a alegria pela volta do futebol foi ofuscada por uma notícia que deixou todo um país em alerta: Diego Maradona, que está internado desde segunda-feira passada, foi operado nesta terça, 03 de novembro, com um hematoma subdural. Segundo seu médico particular, a operação foi um sucesso e Diego está bem.

Tudo isso e muito mais no primeiro resumo semanal do futebol argentino do Leitura de Jogo.

A saúde de Diego Maradona

O futebol argentino voltou no último 30 de outubro, em La Plata, com muita emoção. Gimnasia recebeu o Patronato em um dia muito especial para o futebol argentino: era o aniversário de Diego Maradona, que tecnicamente dirige o time de La Plata. Na partida anterior, uma homenagem muito emocionante foi prestada a ele, embora tenha sido alvo de críticas pela falta de cuidados com sua saúde.

Porém, o que começou como uma festa logo se transformou em preocupação, já que Maradona não permaneceu em campo para comandar seu time e, assim que a partida começou, retirou-se do estádio. Amigos, indicaram que foi por “recomendação médica” e para “preservar sua saúde”, e que já estava previamente planejada.

Finalmente, o “10” foi hospitalizado na segunda-feira, conforme relatou seu médico particular, Dr. Leopoldo Luque. Ontem, o próprio Dr. Luque revelou que após uma tomografia foi encontrado um hematoma subdural, para o qual teve de ser operado à noite. Após algumas horas de espera, foi o médico particular de Maradona quem relatou o sucesso da intervenção: “A operação foi um sucesso. Diego está acordado e muito bem ”. Centenas de fãs que vieram ao hospital para apoiar a estrela comemoraram este anúncio como um gol.

Resumo da rodada do argentino

A arrancada

Após a homenagem a Maradona, a bola começou a rolar. A partida entre Gimnasia e Patronato teve o time da casa com o domínio ao longo da partida, o que se refletiu no resultado: um retumbante 3-0 para o “Lobo” com gols do colombiano Johan Carbonero, Maximiliano Coronel e Erik Ramírez.

O aniversário do craque argentino finalizou em Córdoba, com uma interessante partida entre Talleres e Newell’s. O Rosário começou melhor no primeiro tempo, mas não conseguiu anotar. No segundo tempo vieram os gols, com um Talleres muito efetivo. O 3-1 para o time da casa foi com gols de Nahuel Tenaglia, Tomás Pochettino e Diego Valoyes. Ignacio Scocco fez o gol de desconto para o Newell’s.

Sábado de empates

Depois do grande nível que se viu no primeiro dia, as emoções caíram no dia seguinte com três empates consecutivos.

Na tarde de sábado, Aldosivi e Estudiantes empataram em 0-0. O “Pincha” foi muito maior no primeiro semestre, mas não conseguiu converter. No complemento, Aldosivi igualou um pouco a partida, mas nenhum dos dois conseguiu quebrar o 0.

Mais tarde, Vélez e Huracán também distribuíram pontos. Foi 1-1 com dois gols: Norberto Briasco abriu o placar para os visitantes após uma grande jogada coletiva e “Ricky” Álvarez empatou na cobrança de falta.

O último jogo do dia foi entre Argentinos e San Lorenzo. O jogo, sem muita emoção, terminou 0-0.

O atual campeão arranca com o pé direito

O Boca Juniors triunfou por 2-1 na visita a Lanús com gols de Carlos Tévez e “Wanchope” Ábila. O jogo estava equilibrado, mas os comandados por Miguel Ángel Russo souberam posicionar-se bem e não sofreram muitas complicações. O empate provisório para o “Garnet” foi marcado por José Sand (embora devesse ter sido anulado por ser com a mão), e aos 40 anos, três meses e 14 dias, tornou-se o jogador mais velho a marcar um gol no futebol Argentino.

 Colón goleou

O time de Santa Fé venceu por 3 a 0 na visita ao Defensa y Justicia, que apresentou um time alternativo, com vistas ao jogo pela Copa Sul-Americana. Embora o desenvolvimento do jogo não refletisse tanta diferença entre as duas equipes, o “Sabalero” conseguiu marcar logo no início do jogo e sacramentou nos últimos 10 minutos. Os gols foram de Federico Lértora, o histórico “Pulga” Rodríguez e Cristian Bernardi.

 No Grupo 1, um empate e a grande surpresa

Os dois jogos do grupo 1 foram disputados na tarde de domingo: Unión e Arsenal empataram a 0-0 num jogo em que os locais foram superiores, mas a grande atuação de Maximiliano Gagliardo, goleiro do Arsenal, os impediu de aproveitar.

Depois desse jogo, a surpresa da rodada aconteceu: o Atlético Tucumán goleou o Racing por 4-1 como visitante. O time comandada por Sebastián Beccacece voltou a ser afetado pela falta de eficácia na frente e sofreu muito na defesa. O time de Tucumán, fez grande jogo, embora com time alternativo, pois o clube está focado na Copa Sul-Americana. Os autores dos gols foram Ramiro Carrera, Ramiro Ruiz Rodríguez, Guillermo Acosta e Kevin Isa Luna. Mauricio Martínez descontou para o Racing com um gol de fora da área.

 Independiente sofreu, mas venceu

A equipe de Avellaneda visitou o Centro de Córdoba e conquistou uma grande vitória graças a uma atuação formidável do goleiro Sebastián Sosa, que defendeu bolas fundamentais para manter o zero no seu lado e garantir o triunfo da sua equipe, que não jogou seu melhor futebol. O único gol da partida foi de Claudio Riaño, contra.

 Vitória do Rosario Central

Na única partida disputada na segunda-feira, Rosário merecidamente triunfou em bom jogo contra Godoy Cruz. Foi 2 a 1, com gols de Pedro Ojeda e Lucas Gamba. O empate parcial pelo Mendoza foi marcado por Hugo Silva.

 Depois da polêmica, derrota de River

O jogo que encerrou a rodada foi a vitória do Banfield por 3-1 sobre o River, num jogo que deveria ter sido disputado no sábado mas foi adiado para terça-feira, e foi assunto durante todo o final de semana: com o Monumental de Nuñez em reforma, os “Milionários” solicitaram jogar no seu campo de treino, argumentando que não há público e que está em perfeitas condições para ser utilizado. A AFA inicialmente autorizou, mas no dia da partida foi decidido que a partida não poderia ser disputada ali. Por isso, diante da impossibilidade do River Plate conseguir vaga para jogar no mesmo dia, o jogo foi adiado, para finalmente acontecer no estádio do Independiente (onde o River já havia disputado a Copa Libertadores).

No campo, o River Plate começou melhor e marcou com gol do colombiano Santos Borré, mas o Banfield conseguiu se recuperar e virou o jogo, aproveitando o ponto fraco do time de Gallardo: o jogo aéreo. Agustín Fontana, Giuliano Galoppo e Javier Pinola marcaram para os visitantes.

Classificação e resultados da Liga Profissional argentina

Esses são todos os resultados e a classificação após a primeira rodada da Copa da Liga Profissional:

Próxima rodada da Liga Argentina

Este é o calendário da segunda rodada da Copa da Liga Profissional:

 Copa Sul Americana

Várias clubes argentinos também estarão em campo esta semana para a Copa Sul-Americana.

Quarta-feira, dia 04-11, o Lanús visitará o São Paulo buscando manter a vantagem que tirou em casa ao vencer por 3-2. Vélez também fará sua apresentação, e jogará no Uruguai contra o Peñarol, após o 0 a 0 no jogo de ida.

Na quinta-feira, dia 05-11, o Unión viaja ao Equador para tentar reverter a desvantagem, que está 1-0 a favor do Emelec. Por fim, será disputada a segunda partida da série Independiente x Atlético Tucumán, que no primeiro jogo em Avellaneda foi vencido 1-0 pelo Independiente.