Colón 100% de aproveitamento no campeonato argentino

Colón 100% de aproveitamento no campeonato argentino

Mais uma semana de muito futebol na Argentina, com a quinta rodada da Copa da Liga Profissional que, mais uma vez, nos deixou muitos gols e, acima de tudo, golaços. Além disso, o San Lorenzo buscará avançar na Copa Libertadores. E na Libertadores feminina, Boca Juniors e River Plate fizeram história.

Copa Libertadores: San Lorenzo buscou um empate e decide em casa

O jogo de ida da segunda fase pré-eliminatória para a Copa Libertadores entre San Lorenzo e Universidade do Chile foi muito ruim tecnicamente, com as duas equipes tendo dificuldade em criar chances de gol. Até aos 62 minutos, quando a irresponsabilidade de Diego Braghieri mudou o rumo da partida: após um chute muito imprudente, ele foi expulso e tornou tudo ainda mais difícil para o “Ciclón”. A partir daí, a equipe chilena aproveitou a superioridade numérica e conseguiu marcar aos 76 minutos. Porém, apesar de tudo ter sido desfavorável para o clube argentino, Franco di Santo empatou o jogo dois minutos depois.

Desta forma, o San Lorenzo chega para o jogo da volta com vantagem, devido ao gol marcado como visitante. Mas o jogo da equipe Dabove ainda não melhorou, então não será fácil para o time avançar para a última fase de qualificação.

Para o jogo da volta, que será disputado nesta quarta-feira, dia 17, às 21h30, a Universidade do Chile chega com muitos jovens devido a um surto de coronavírus ocorrido no plantel titular.

Copa de la Liga Profesional

Grupo A

Classificação do Grupo A do campeonato argentino

posiciones-grupo-a-copa-de-la-liga-profesional

Colón segue imparável, conduzido pelo destaque do torneio: a “Pulga” Rodríguez. O camisa 10 do “Sabalero” acabou com o jogo com sua magia envolvendo o adversário, o Estudiantes de La Plata, e deu ao seu time de Santa Fé a quinta vitória em cinco rodadas, conseguindo assim sua melhor arrancada da história em um campeonato nacional. O jogo foi muito acirrado, até que no final do primeiro tempo a “Pulga” cobrou uma falta na gaveta do gol adversário e marcou um golaço. Mais tarde, a nove minutos do final, com o Estudiantes jogando no ataque em busca do empate, o Colón sepultou o adversário com mais uma obra de arte do craque Rodríguez, quem de fora da área encobriu o goleiro e marcou outro lindo gol.

Apesar da derrota, o Estudiantes segue em segundo lugar do grupo A. Mas a surpresa do campeonato também chegou para dividir essa segunda posição: o Central Córdoba. Com uma abordagem defensiva e aproveitando os erros grosseiros do Aldosivi, venceu por 2-1 e continua na luta pelos primeiros lugares. De qualquer forma, o técnico Gustavo Coleoni é muito claro quanto aos objetivos da sua equipe, e afirmou que a prioridade continua sendo somar pontos para seguir subindo na tabela das médias, na sua luta contra o rebaixamento.

O quarto lugar é dividido por duas equipes com realidades muito diferentes. De um lado o Banfield, que começou vencendo os dois primeiros jogos e agora acumula três partidas seguidas sem vitórias, e do outro o Racing Club, que vem de duas vitórias consecutivas. O “Taladro” empatou com o San Lorenzo 0-0, com o “El ciclón” gerando as poucas situações claras de gol do encontro, enquanto “La academia” venceu o Platense por 2-0 e parece estar adaptando-se as ideias de jogo do seu treinador, embora ele ainda precise polir vários aspectos importantes na equipe.

Outro que soma a segunda vitória consecutiva é o Argentinos Juniors, que depois de vencer o poderoso River Plate na rodada anterior, venceu desta vez o Godoy Cruz por 2 a 0. Já o Rosario Central venceu o Arsenal por 2 a 1, que ainda não conseguiu somar pontos no torneio.

Partida entre grupos: o super clássico, empate e pouco futebol

O tão esperado Superclásico entre Boca Juniors e River Plate deixou muito a desejar. Foi um empate em 1 a 1 que deixou as duas equipes com um gosto amargo. River começou melhor no primeiro quarto de hora de jogo, no qual gerou várias chances claras, mas não conseguiu converter. Em seguida, o jogo foi engomado e não demorou muito, até que aos 40 minutos, em grande jogada do Boca, com uma bela deixada de Carlos Tevez, terminou em um pênalti que Sebastián Villa converteu em gol.

Isso fez com que o River saísse para atacar mais no segundo tempo em busca do empate, mas não conseguia ser preciso e esteve muito perto de pagar caro, já que o “xeneize” teve muitas oportunidades de liquidá-lo nos contra-ataques, mas nenhuma das duas equipes conseguia concluir. Aos 67 minutos, no pior momento do “Milionário”, um cruzamento de Angileri encontrou a cabeça de Agustín Palavecino, que marcou o 1-1. Imediatamente após o gol, Carlos Zambrano levou o vermelho na equipe de Miguel Ángel Russo, então tudo parecia indicar que os comandados de Gallardo iriam virar o jogo.

No entanto, o River não apenas não aproveitou a superioridade numérica, mas 10 minutos depois Milton Casco foi expulso e ambos ficaram com 10 jogadores. Com o tempo quase acabando, o “Milionário” teve a chance mais clara do jogo ficar com a vitória, mas incrivelmente a bola acertou a linha e com um efeito muito raro, retrocedeu.

Com este empate, as duas equipes ficaram abaixo das quatro primeiras colocações em seus respectivos grupos, ficando neste momento, fora da zona de classificação da Copa da Liga Profissional. Mas falta muito para determinar qualquer coisa.

Grupo B

Classificação do Grupo B do campeonato argentino

posiciones-grupo-b-copa-de-la-liga-profesional

O Independiente fechou a rodada com a responsabilidade de vencer para não perder a liderança no Grupo B. E não só venceu, como também goleou o Sarmiento por 6-0. O time de Falcioni, que era criticado por ser muito defensivo, mostrou um futebol ofensivo imparável e deixou o time visitante sem qualquer chance na partida. Embora ainda haja um longo caminho a percorrer, esta atuação do “Rojo” encanta os torcedores, que sonham em vencer um campeonato local depois de 19 anos.

Vélez recuperou-se da goleada de 7-1 sofrida na semana passada e venceu um grande jogo contra o Talleres e também manteve a liderança, dividida com o Independiente. Depois de uma primeiro tempo interessante, a segunda parte começou fatal para a equipe de Córdoba: uma expulsão, um gol de Vélez e um pênalti contra. Essa penalidade poderia ter definido o jogo, mas o “Fortin” falhou e deixou o “T” vivo. A partir daí, Talleres fez tudo para empatar, mas a grande atuação do goleiro rival Lucas Hoyos impediu que os pontos fossem divididos.

A terceira colocação no grupo é dividida pelos últimos finalistas da Copa Sul-Americana: Defensa y Justicia e Lanús. O “Halcón” com uma atuação coletiva fenomenal, e principalmente de Marcelo Benítez (lateral-esquerdo, que marcou dois gols), bateu o Newells por 4-0. O “Granate”, por outro lado, perdeu a chance de se manter na liderança ao empatar em 0 a 0 com o Huracán, após um jogo muito enfadonho em que ambos jogaram muito mal.

O Unión é uma das equipes que melhor tem jogado no torneio, e no último jogo contra o Gimnasia voltou a mostrar um bom futebol. Porém, apesar de ser superior, não conseguiu manter a vantagem que havia gerado no primeiro tempo e o “Lobo” buscou o empate em 1 a 1. O Atlético Tucumán, que vinha perdendo, conseguiu a virada contra o Patronato (que ainda não conseguiu somar pontos) e venceu por 4 a 2.

Após cinco rodadas, um treinador já caiu na Argentina. Este é Frank Kudelka, que não é mais o treinador do Newells. Apesar de ter dirigido o último jogo contra Defensa y Justicia, o treinador já havia acertado sua saída antes mesmo do jogo, então o resultado não foi um fator de decisão. A decisão veio, em realidade, dos últimos quatro jogos, nos quais o time só conseguiu marcar um ponto. Quem o substituirá será o “el Mono” Germán Burgos. O histórico ex-goleiro do River Plate e da seleção Argentina foi auxiliar técnico de Diego Simeone, atual treinador do Atlético de Madrid, mas esta será sua primeira experiência no comando de uma equipe.

Partidas em destaque da 6ª rodada

Partida entre grupos: o clássico do sul

Banfield receberá o Lanús no sábado, 20 de março às 16h15. Apesar de ambas as equipes terem jogado muito mal nos últimos jogos, elas já demonstraram que têm capacidade para jogar muito melhor, pelo que pode ser um jogo muito emocionante. O Lanús terá que seguir com a evolução que o último jogo teve em sua parte mais fraca: a defesa. Caso contrário, Banfield vai complicar muito com a velocidade de seus extremos.

Confronto de líderes no Grupo B

O Independiente visita o Vélez no jogo que vai definir o líder do grupo B dando um grande impulso mental para a segunda parte do torneio. Certamente veremos um Independiente um pouco mais conservador do que no último jogo, tentando atingir o Vélez no contra-ataque. O “Fortin”, ao ficar com a bola, deve fazer um grande esforço para penetrar na defesa rival.

Copa Argentina

Na semana passada não houve surpresas na Copa Argentina: as três equipes da primeira divisão avançaram para a 16ª. O Banfield derrotou o Atlético Güemes (segunda divisão) por 2-0, o Atlético Tucumán venceu o Comunicaciones (terceira divisão) por 3-0 e o Independiente venceu por apenas 1-0 o Villa Mitre (terceira divisão).

Na quarta-feira, dia 17, será disputada a última partida da 32ª final, entre o Racing e o Sportivo Belgrano (terceira divisão).

Além disso, no mesmo dia as 16ªs de final vão começar com dois cruzamentos que prometem ser muito equilibrados: o Deportivo Laferrere (quarta divisão), que acaba de eliminar o Estudiantes, vai enfrentar o San Telmo (segunda divisão), que eliminou o Central Córdoba. O outro cruzamento será entre times da primeira divisão: o Colón enfrentará o Argentinos Juniors.

Copa Libertadores femenina: Boca Juniors e River Plate fizeram história

Embora as duas equipes que representaram a Argentina no torneio mais importante do continente tenham ficado de fora nas quartas de final, conquistaram algo histórico: é a primeira vez que duas equipes argentinas acessam esta fase da Copa Libertadores. Além disso, seu desempenho no torneio foi excelente e ambos foram eliminados por detalhe.

O Boca Juniors perdeu para o América de Cali por 2 a 1, com gol da equipe colombiana no último lance da partida. O River Plate, por sua vez, perdeu por 1 a 0 para o Ferroviária, mas chegou muito perto de empatar no último minuto após uma grande jogada da equipe que acabou pasando rente a trave adversária. Apesar do melhor resultado de um clube argentino na Copa ter sido um terceiro lugar (conquistado três vezes: Boca em 2010, UAI Urquiza em 2015 e River em 2017), esta atuação do Boca e do River mostra que o futebol feminino da Argentina, que é semi-profissional, continua crescendo aos trancos e barrancos e que, com um pouco mais de apoio da AFA, pode ir longe.

Partidas da próxima semana do futebol argentino

partidos-de-la-semana-futbol-argentino