Início » Clubes » Times brasileiros inesquecíveis na Libertadores

Times brasileiros inesquecíveis na Libertadores

Escudos de 10 times brasileiros inesquecíveis na Copa Libertadores

Santos 1962/63

Os mais saudosos poderão afirmar que o Santos de Pelé de 62 e 63 foi talvez o maior time de todos os tempos. Foi o primeiro clube brasileiro a conquistar um titulo sul americano e foi o time que revelou Pelé ao mundo.

Time Santos campeão libertadores 1962

Time base do Santos 1962/63: Gylmar, Lima (Carlos Alberto Torres), Mauro, Calvet e Dalmo; Zito e Dorval; Mengalvio (Clodoaldo), Coutinho, Pelé e Pepe (Edu). Técnicos: Lula e Antoninho

Flamengo 1981

O Flamengo de 1981 foi base da seleção de 1982, que para muitos foi uma das melhores seleções de todos os tempos, apesar de não ter vencido a Copa do Mundo. Aquele Flamengo de Raul, Junior, Nunes, Adílio, Zico e companhia, não apenas conquistou a América como encantou o mundo.

Nunes Flamengo Libertadores 1981

Time base do Flamengo 1981: Raul, Leandro, Figueiredo, Mozer e Júnior; Andrade, Adílio, Zico e Tita; Nunes e Baroninho Treinador: Paulo César Carpegiani

São Paulo 1992/93

O São Paulo de Telê Santana conquistou duas Libertadores em sequência e também dois mundiais de clubes. Comandado por Zetti, Cafu, Raí e Muller, o tricolor paulista marcou história na competição.

1992: Raízes de um Gigante - O SPFC é campeão do Mundo #25AnosMundial92  | SPFCTV

Time Base do São Paulo 1992/93: Zetti; Cafu (Vitor), Antônio Carlos (Válber), Ronaldão e Ivan; Adilson (Dinho), Pintado e Raí; Müller (Macedo), Palhinha e Elivélton. Técnico: Telê Santana.

Grêmio 1995

O Grêmio de Felipão em 1995 foi o mais puro reflexo da história do clube. Um time combativo, viril e copeiro. Com Paulo Nunes e Jardel no melhor momento das suas carreiras, fizeram história no Grêmio e na Libertadores.

Paulo Numes e Jardel libertadores 1995

Time Base do Grêmio em 1995: Danrlei, Arce, Adilson, Rivarola e Roger; Dinho, Goiano, Carlos Miguel e Arílson; Paulo Nunes e Jardel. Técnico: Felipão.

Cruzeiro 1997

Uma campanha com 7 vitórias, 6 derrotas e 1 empate, 15 gols marcados, 12 gols sofridos e 52% de aproveitamento. Campanha mediana, certo? O torcedor cruzeirense dirá que não. Essa foi a campanha do Cruzeiro campeão da Libertadores em 1997, sob o comando de Paulo Autori. A raposa teve dificuldades na fase de grupos e precisou dos pênaltis para avançar nas oitavas e na semifinal, mas terminou conquistando a sua segunda Copa Libertadores ao vencer o Sporting Cristal na final.  

cruzeiro campeao libertadores 1996

Time base Cruzeiro 1997: Dida, Vitor, Gottardo, Gelson Baresi e Nonato; Fabinho, Ricardinho, Palhinha e Donizette; Marcelo Ramos e Elivelton.

Vasco 1998

Em 1998, o Vasco de Antonio Lopes conquistou o mais importante título do clube carioca até hoje, a Copa Libertadores da América. Para conquistar a façanha, o Vasco precisou eliminar o atual campeão Cruzeiro, o copeiro Grêmio e o poderoso River Plate, até chegar a decisão contra o surpreendente Barcelona de Guayaquil.

Time vasco campeao libertadores 1998

Time base do Vasco 1998: Carlos Germano, Vagner, Odvan, Mauro Galvão e Luisinho; Felipe, Nasa, Juninho Pernambucano e Pedrinho; Luizão e Donizete. Treinador: Antonio Lopes.

Palmeiras 1999

O Palmeiras de 1999 jamais será esquecido pelo torcedor palmeirense e pelo futebol brasileiro. Sob o comando de Felipão, o verdão conquistou a sua primeira Copa Libertadores, superando o atual campeão Vasco da Gama nas oitavas, o arquirrival Corinthians nas quartas de final e um grande do futebol sul americano nas semifinais, o River Plate, com direito a goleada por 3 x 0 no time argentino. O time de Scolari foi uma perfeita harmonia entre qualidade e malandragem, técnica e sangue frio. Na final, superou o colombiano Deportivo Cali nos pênaltis.

Time Base do Palmeiras 1999: Marcos, Arce, Junior Baiano, Roque Junior e Junior; Cesar Sampaio, Rogerio, Zinho e Alex; Paulo Nunes e Oseias. Treinador: Felipão.

Internacional 2006

O Internacional de Abel Braga conquistou a América jogando um futebol aguerrido no modelo 3-5-2. Sob o comando de Fernandão o colorado gaúcho conquistou a América pela primeira vez de maneira inquestionável, superando o São Paulo na final.

Fernandao levanta a taça de campeao da libertadores em 2006

Time Base do Internacional 2006: Clemer, Índio, Fabiano Eller e Bolívar; Ceará, Edinho, Alex; Tinga e Jorge Wagner; Rafael Sobis (Rentería) e Fernandão. Treinador Abel Braga

Corinthians 2012

Foi uma grande conquista. O Corinthians foi campeão invicto da Libertadores em 2012 e o título ainda teve direito a eliminação do arquirrival Santos na semifinal e a vitória contra o poderoso Boca Juniors na decisão.

Libertados

Time Base do Corinthians 2012: Cassio, Alessandro (Edenílson), Chicão, Leandro Castán, Fabio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Jorge Henrique e Emerson Sheik. Treinador Tite

Atlético Mineiro 2013

Sob a liderança de Ronaldinho Gaúcho, o galo mineiro conquistou em 2013 o titulo mais importante da sua história. Com o lema de “Eu acredito”, a torcida do Atlético Mineiro empurrou o time e fez do Horto o alçapão dos seus adversários.

Ronaldinho com taça da libertadores 2013 pelo Atletico Mineiro

Time base do Atlético Mineiro 2013: Victor, Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Josué e Ronaldinho Gaúcho; Tardeli, Bernard (Luan) e Jô. Treinador: Cuca