Início » Competições » Campeonato Carioca

Campeonato Carioca

Raio X do Campeonato

Divisões: 4
Realizado desde: 1906
Período de disputa:  Dezembro a Abril
Número de clubes na 1ª Divisão: 12
Primeiro campeão: Fluminense (1906)
Maior campeão: Flamengo (35 títulos) 
Campeão atual: Flamengo (2019)

Regulamento e fórmula de disputa do Campeonato Carioca

Taça Guanabara: No primeiro turno, as 12 equipes são divididas em 2 grupos com o confronto entre os grupos (Grupo A x Grupo B) e classificam-se os 2 primeiros de cada grupo para disputar semifinal e final, em jogo único.

Taça Rio: No segundo turno, é mantido o mesmo formato, mas os jogos são dentro do mesmo grupo e semifinal e final mantém o mesmo modelo de jogo único.

Final: O campeão da Taça Guanabara e o campeão da Taça Rio fazem a final do campeonato carioca em dois jogos, ida e volta. Se a mesma equipe vencer ambas Taças será declarada campeã carioca.

Taça Independencia: A equipe fora das grandes (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco) melhor classificada no geral será declarada campeã da Taça Independência e os 4 clubes seguintes disputam o “Torneio Extra”. 

Torneio Extra: é disputado em jogo eliminatorio, em cruzamento olímpico (1º colocado x 4º colocado e 2º colocado x 3º colocado) com vantagem de empate para a equipe de melhor classificação. Os vencedores destas partidas, disputarão a final, sem vantagem para nenhuma das duas equipes.

Rebaixamento: a equipe rebaixada no campeonato carioca é definida após a disputa da Fase Especial, que é composta pelas 4 equipes de uma fase chamada preliminar. Esta fase preliminar é formada por quatro times de pior campanha no ano anterior e mais dois promovidos da Serie B1 do Campeonato Carioca.

Vagas:  os campeões da Taça Independência e do Torneio Extra tem vaga na Copa do Brasil. Os 4 melhores classificados no estadual que não estejam em nenhuma divisão nacional, tem vaga na Série D do Brasileirão.

Tabela do Campeonato Carioca

Curiosidades do Campeonato Carioca 

  • Junto com SP, únicos estados com 4 divisões estaduais. 
  • Romário foi sete vezes o goleador do campeonato carioca (1986, 87, 96, 97, 98, 99 e 2000). Ninguém foi mais vezes goleador da competição. 
  • O Fla-Flu da decisão de 1963 tem o maior público da história da competição, com 194.603 torcedores.   

Principais jogadores revelados pelo futebol carioca

  • Zico: revelado pelo Flamengo, um dos maiores meias da história do futebol brasileiro.
  • Romário: revelado nas categorias de base do Olaria e do Vasco da Gama, Romario foi idolo em 3 grandes do Rio de Janeior: Flamengo, Vasco e Fluminense. Consagrou-se ainda pelo PSV e pelo Barcelona, além de ter sido protagonista na conquista do tetra pela seleção em 1994.
  • Ademir da Guia: revelado pelo Bangu, na juventude passou por Ceres e Botafogo antes de chegar no Bangu onde profissionalizou-se. No Palmeiras foi titular absoluto por mais de dezesseis anos, na época de ouro do Palmeiras, chamada “Academia” onde foi o protagonista e principal jogador.
  • Edmundo: iniciou a carreira no Vasco da Gama e teve grande passagem também pelo Palmeiras. Foi 3 vezes campeão brasileiro, duas vezes pelo Palmeiras e uma pelo Vasco.
  • Adriano Imperador: revelado pelo Flamengo, o atacante teve grande passagem pela Inter de Milão. No entanto, a partir do falecimento do seu pai em 2006 teve grande declínio em sua carreira, que terminou precocemente em 2016.
  • Gerson: na juventude, passou pelo São Domingos e Canto do Rio antes de chegar ao Flamengo. Considerado um dos melhores meias da história do futebol, fez sucesso pelo Flamengo, Botafogo, São Paulo e Fluminense. Foi titular da seleção brasileira que conquistou a copa do mundo em 1970.
  • Didi: revelado pelo São Cristóvao do RJ, Didi foi um dos grandes meias da seleção brasileira de 1958, chamado de “Mr. Football” pelos europeus. Foi ídolo de Botafogo e Fluminense e também atuou pelo Real Madrid de 60, de Alfredo Di Stéfano e Ferenc Puskás. Morreu em 2001, aos 72 anos, vítima de câncer.
  • Nilton Santos: descoberto pelo Botafogo, o lateral-esquerdo era chamado de “Enciclopedia” e jogou toda sua carreira na estrela solitária. Pela seleção brasileira, foi campeão mundial nas copas de 1958 e 1962.
  • Garrincha: formado nas categorias de base de Pau Grande e Serrano, Mané Garrincha é considerado um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos. Consagrou-se jogando pelo Botafogo. Pela seleção brasileira, foi campeão do mundo nas copas de 1958 e 1962.
Marcações: