Campeonato Acreano

Raio X do Campeonato 

Divisões: 2 
Realizado desde: 1919 
Profissionalizado em: 1989 
Período de disputa: Janeiro a Abril
Número de clubes na 1ª Divisão: 10 
Primeiro campeão: Rio Branco (1919)
Maior campeão: Rio Branco (47 títulos) 
Campeão atual: Atlético Acreano (2019)

Fórmula e regulamento do Campeonato Acreano

Primeiro Turno: As 10 equipes serão divididas em dois grupos de cinco cada, onde os times do grupo A enfrentam as equipes do grupo B em jogos só de ida. As duas piores equipes de cada grupo estão eliminadas e não disputam o segundo turno, enquanto que os dois melhores de cada grupo avançam para as Semifinais. Na semifinal do primeiro turno, confrontos dentro do mesmo grupo, o primeiro colocado versus o segundo em jogo único. As duas equipes vencedoras dos confrontos de semifinal decidem o turno em jogo único. O vencedor será o campeão do turno e tem vaga assegurada na final do campeonato.

Segundo turno:  As 8 equipes serão divididas em dois grupos de quatro cada, onde os times se enfrentam dentro dos grupos em jogos só de ida. Os dois melhores de cada grupo avançam para as Semifinais. As semifinais do 2º turno tem o 1º de cada grupo contra o 2º do outro grupo, em jogo único e os dois classificados fazem a final do 2º turno, também em jogo único.

Final: A final será disputada em jogos de ida e volta pelos campeões dos turnos. Caso uma equipe vença os dois turnos será automaticamente declarada campeã do Campeonato Acreano de Futebol.

Rebaixamento: em 2020, o Campeonato Acreano não terá rebaixamento.

Vagas: O campeão e vice do estadual garantem vaga na Copa do Brasil e Série D do Brasileirão. O campeão garante também vaga na Copa Verde. 

Tabela do Campeonato Acreano

Curiosidades do Campeonato Acreano 

  • Um dos mais novos do Brasil, tem futebol profissional apenas a partir de 1989. 
  • De 1919 até 1951, o Rio Branco foi campeão estadual 18 vezes em 23 estaduais disputados. 

Principais jogadores revelados pelo futebol do Acre

  • Weverton: goleiro formado nas categorias de base do Juventus, ex-CAP e atualmente no Palmeiras.
  • Rodrigo Galo: surgiu no Juventus do Acre e atualmente joga no AEK Atenas.
  • Dadão: atacante considerado um dos craques da história do futebol do Acre, jogou no Juventus e no Fluminense.
  • Testinha: ídolo histórico do Rio Branco, teve passagem pelo Porto e pelo Coritiba.   
Marcações: