Atlético Tucumán e Banfield 100%

Atletico Tucuman e Banfield com 100% de aproveitamento no argentino

Nesta semana no futebol argentino, todas as atenções estavam voltadas para a seleção nacional, que conquistou 4 pontos na rodada dupla das eliminatórias para a Copa do Mundo no Catar, em 2022. Primeiro um empate contra o Paraguai e depois uma grande vitória contra o Peru, com uma atuação que empolgou o torcedor argentino.

E se falamos sobre a data FIFA, não deveríamos ter rodada no campeonato local. No entanto, com o tempo perdido com a pandemia do coronavirus no inicio do ano, as atividades na Copa da Liga Profissional não param. E valeu a pena. A terceira rodada da Liga foi a mais emocionante de todo o torneio: com 34 gols em 12 jogos e partidas de alto nível e emoção para todos os gostos. Além disso, as incertezas sobre a disputa da segunda divisão do futebol argentino foram resolvidas, a competição irá acontecer e estão definidos todos os critérios para as promoções a primeira divisão.

Seleção Argentina

Pela terceira rodada das Eliminatórias Sul-americanas, a Argentina enfrentou o Paraguai no estádio do Boca e logo, viajou para o Peru, para a disputada da rodada 4. No primeiro jogo, contra a seleção paraguaia, a seleção albiceleste não apresentou sua melhor versão. Embora às vezes tivesse lampejos de boa atuação, a seleção não conseguiu fazer a diferença e o jogo terminou 1-1. (Ángel Romero marcou pelo Paraguai e Nicolás González pela Argentina)

No segundo compromisso, a partida esteve até o último momento a ponto de não ser disputada, já que, devido à crise política que o Peru atravessa, não se sabia se existiam as condições de segurança para a realização da partida. Finalmente, o jogo aconteceu. E a Argentina exibiu um futebol do mais alto nível, dominando o meio-campo, fazendo uma excelente transição de jogo entre defesa e ataque, e criou situações de grande perigo. Lionel Messi estava muito bem no jogo, com muitos espaços e companhia para jogar. Com gols de Nicolás González e Lautaro Martínez, a Argentina venceu por 2-0. Com isso, ocupa a segunda colocação do torneio com 10 pontos, atrás do Brasil, que tem 12.

A próxima rodada dupla será em março, e a Argentina terá dois rivais difíceis: receberá o Uruguai e visitará o Brasil.

O jogador mais destacado nestes dois jogos foi Nicolás González. O atacante que surgiu no Argentinos Juniors e atualmente joga pelo Stuttgart da Alemanha, foi a surpresa da lista de convocados por Lionel Scaloni, já que não era muito conhecido no país. A surpresa foi ainda maior quando o técnico argentino decidiu colocá-lo na lateral esquerda contra o Paraguai. Nicolás fez um grande jogo, foi a figura da partida e, como se não bastasse, fez o único gol argentino. Na segunda partida, González jogou em sua posição natural e também fez uma excelente partida, onde também marcou um gol.

Resumo da Rodada 3

Outra vez Banfield, outra vez Cuero

O Rosario Central recebeu o Banfield no grande jogo que abriu a rodada 3. O time local saiu na frente com um gol de Vecchio, mas então apareceu a figura do torneio, o colombiano Mauricio Cuero, que com sua velocidade e qualidade foi chave para o Banfield virar o jogo de forma contundente: 4-1 com gols de Fontana, Bordagaray, Galoppo e Cuero. No final, Rinaudo descontou para selar o 4-2.

Mais um 100%: Atlético Tucumán

Para fechar a sexta-feira, o Atlético Tucumán derrotou o Unión por 3-1 em casa. O primeiro tempo terminou empatado, mas no complemento, o Atlético marcou dois gols rapidamente (Heredia e Toledo) e depois se dedicou a defender o resultado. O Union conseguiu o desconto através de Carabajal, mas não conseguiu empatar devido à grande atuação de Lucchetti, goleiro do time da casa. Na última jogada, Alustiza fechou o marcador para conquistar a terceira vitória dos Tucumanos no torneio, que lideram o grupo 1.

San Lorenzo não teve pena do Aldosivi

No primeiro jogo do sábado, o “Ciclone” foi muito superior desde o primeiro minuto, e isso ficou demonstrado no resultado: antes da meia hora de jogo, já marcava 3-0 com gols de Gattoni, Piatti e Peralta Bauer. Na segunda parte a história não mudou e Díaz marcou rapidamente o quarto. Então, Iñiguez condecorou o resultado e a partida terminou em 4-1.

A força do ataque de Newell deu-lhe os três pontos

No estádio do Lanús aconteceu mais um grande jogo. O time local recebeu o Newell’s e disputaram um jogo “lá e cá” no primeiro tempo, sem muitas ocasiões, mas Fontanini conseguiu marcar primeiro para os visitantes. Já no segundo tempo, a equipe de Rosário foi mais precisa e não perdoou: foi 3 a 0 com gols de Palacios e Gentiletti. Sand descontou para o Lanus, mas Maxi Rodríguez sepultou o adversário, marcando 4-1. Ainda assim, na última jogada Sand novamente marcou para descontar o e decretar o 4-2 final.

Racing: nova derrota e preocupação

O time de Beccacece, com muitas ausências devido a lesões, voltou a jogar muito mal e novamente perdeu. Desta vez foi com o Arsenal, que sem fazer muito esforço, marcou dois golos na primeira parte (Albertengo e Candia) mais do que suficientes para vencer a partida. Foi a terceira derrota consecutiva do Racing, o que preocupa muito a torcida antes do confronto da próxima semana contra o Flamengo pela Copa Libertadores.

River vence, mesmo com ausências

Com um time repleto de suplentes devido as lesões e convocatórias para as seleções nacionais, o time do “Muñeco” Gallardo venceu Godoy Cruz por 1-0 com um gol do jovem Girotti. Ao contrário da semana passada, desta vez o treinador do River ficou satisfeito com o desempenho do seu time apesar de tantas ausências importantes. Godoy Cruz, por sua vez, ainda não somou pontos.

Huracán venceu o Gimnasia

Em mais um jogo com muitas emoções, o “Globo” derrotou o time comandado por Diego Maradona (que ainda se recupera em casa) por 3×2. A partida foi equilibrada, com muitos erros dos dois lados, mas o Huracán conseguiu definir melhor as situações mais claras e levou a vitória. Os gols foram de Arregui, Chávez e Cordero para Huracán e de Ayala e Ramírez para Gimnasia.

Argentinos destravou o jogo com um golaço e levou a vitória

No estádio do Estudiantes, o Argentinos começou melhor no primeiro tempo, mas no complemento os time da casa conseguiu melhorar e passou a dominar o jogo. No entanto, o jogo continuava travado. Até que faltando 15 minutos apareceu Damián Batallini, que marcou um gol impressionante e fez o 1-0 final.

Defensa e Justicia e Independiente, o único empate

Único empate da rodada e também a única partida sem gols. As duas equipes foram muito imprecisas na definição, principalmente do Independiente, que não conseguiu aproveitar os inúmeros erros defensivos do time da casa para abrir o placar e, por fim, dividiram os pontos.

Talleres parou o Boca Juniors

Em uma partida muito fechada, o Boca tinha dificuldades para criar situações perigosas contra o Talleres, e nas poucas vezes que o fez, o goleiro visitante, Caranta (ex-Boca) respondeu muito bem. A equipe de Córdoba chegou ao gol após grande jogada de Joel Soñora , faltando 3 minutos para o final. Após o gol, Obando e Izquierdo, do Boca Juniors, foram expulsos. Tevez não fez um bom jogo, e além disso, deveria ter sido expulso por falta forte após 3 segundos de jogo. Esta foi a primeira derrota do Boca desde 8 de dezembro de 2019.

Vélez fica com os 3 pontos frente o Patronato

Apesar de não ter gerado muitas situações perigosas, Vélez foi o claro dominador ao longo do jogo. Esta diferença pôde ser transferida para o placar no início do segundo tempo, quando Thiago Almada converteu o único gol da partida de pênalti. Já o Patronado, segue sem somar pontos no torneio.

Colón fechou a rodada com vitoria e com o golaço do torneio

No último jogo da rodada, o Colón venceu o Central Córdoba por 2-0. Bernardi abriu o placar no início do jogo e o time visitante nada pôde fazer. Aos 82 minutos, para selar o resultado, “Pulga” Rodríguez fez o que provavelmente é o melhor gol do torneio, acertando-o com a ponta da chuteira de fora da área acima do goleiro.

Classificação e resultados da Copa da Liga Profissional Argentina

resultados-y-posiciones-grupos-1-2-3-copa-de-la-liga-profesional
resultados-y-posiciones-grupos-4-5-6-copa-de-la-liga-profesional

Rodada 4 a Copa da Liga Profesional

A maioria dos jogos será disputada entre quinta, sexta e sábado porque Racing, Unión, Boca, River, Defensa y Justicia, Vélez e Independiente terão que jogar na próxima semana pela Copa Libertadores ou pela Copa Sul-Americana.

cronograma-fecha-4-copa-de-la-liga-profesional

Fim do mistério: como será a disputa da segunda divisão Argentina

Depois que o torneio da segunda divisão do futebol argentino foi suspenso a 9 rodadas do final devido à pandemia do coronavirus, tudo era incerteza. A opção mais lógica era que as rodadas restantes fossem disputadas e as promoções decididas da maneira inicialmente acertada, mas no futebol argentino “lógica” não é uma palavra com a qual os dirigentes estejam familiarizados. Por isso foi decidido montar um novo torneio para definir quem vai jogar na primeira divisão no próximo ano.

O torneio, que terá início no dia 28 de novembro, será dividido em duas fases. A primeira será disputada pelas equipas que se situaram nos primeiros 8 lugares das duas zonas do campeonato suspenso em março. Essas 16 equipes serão divididas em dois grupos (respeitando os grupos em que se situavam no torneio anterior) e se enfrentarão em turno único (7 partidas). Os que terminarem em primeiro lugar em cada um dos grupos jogam uma final que definirá a primeira promoção à Liga Profissional.

A segunda fase será disputada por quem ficou entre o 9º e o 16º lugar no torneio anterior, dividindo-se em dois grupos tal como na primeira fase. Nesse caso, os dois primeiros de cada grupo avançam para a próxima instância, que vai juntar as 12 equipes que ficaram entre o 2º e o 6º lugar na primeira fase. Lá, os 16 times enfrentarão eliminação direta em campo neutro. O time perdedor da final da primeira fase se somará às semifinais desta fase. Os vencedores das semifinais se enfrentarão em uma final que definirá a segunda promoção à primeira divisão.

Esta decisão não foi vista com bons olhos, sobretudo pelas equipes mais bem colocadas no torneio, pois consideram injusto que o Gimnasia de Jujuy, por exemplo, quando o torneio foi suspenso por falta de 9 rodadas tenha sido o último na Zona B Com 19 pontos, tem as mesmas chances de subir como o San Martín de Tucumán, que liderou a competição com 44 pontos.

Quem é?

Mauricio Cuero

O grande personagem desta semana é quem, até agora, foi o jogador mais decisivo na Copa da Liga Profissional: o colombiano Mauricio Cuero. Este jogador de 27 anos é a grande figura do Banfield, uma das duas equipes que tem 100% de aproveitamento na competição.

No primeiro encontro, contra o River, Cuero fez a diferença na ala direita, aproveitando sua grande velocidade, sempre batendo seu marcador e gerando muitas situações de perigo para o “Drill”. Em seguida, contra o Godoy Cruz, abriu a partida disputada com gol de falta. E na última sexta-feira, voltou a desequilibrar pela direita e dificultar a vida dos zagueiros do Rosário Central.

A velocidade é, sem dúvida, sua maior qualidade. Na verdade, na semana passada ele mesmo pediu em uma entrevista que os repórteres o chamassem de “Roadrunner”. Essa é a segunda passagem do colombiano no Banfield. Depois de ter jogado no La Equidad da Colômbia, no Vaslui na Romênia e no Olimpo, entrou para a equipe em 2015. Lá fez sua primeira grande temporada, que o enviou para o Levante, na Espanha. Sua carreira continuou no México, no Santos Laguna, Tijuana e Atlas. Antes de voltar, jogou um ano no Olimpia do Paraguai e outro no Belgrano, para finalmente regressar ao Banfield.

Quanto mais poderá fazer Mauricio Cuero pelo Banfield?

Lo mejor de Mauricio Cuero desde su vuelta a Banfield en 2020.