Agora, o adeus foi para Alejandro Sabella

Alejandro Sabella, ex jogador e treinador de futebol

O ambiente futebolístico argentino, que ainda tenta assimilar a morte de Diego Armando Maradona, sofreu outro duro golpe na semana passada: a morte de Alejandro Sabella, aos 66 anos, que foi o técnico da seleção argentina na tão lembrada Copa do Mundo 2014.

Com a merecida homenagem a Sabella antes de cada jogo, a bola continuou a rolar. Com sete clubes argentinos voltadas para as competições internacionais, as equipes masculinas aproveitaram para ingressar na Copa Diego Maradona. Além disso, a Primeiro Nacional (segunda divisão) está imersa em uma grande polêmica e o futebol feminino começa a definir os participantes da Fase Final.

El adiós a Alejandro Sabella

“Pachorra”, como foi apelidado, já estava hospitalizado desde 25 de novembro (dia da morte de Maradona) e desde então sofreu vários altos e baixos na sua saúde. Até que na última terça-feira, 8 de dezembro, Sabella faleceu. A notícia gerou grande tristeza em todo o futebol argentino, já que foi ele o responsável por levar a Seleção Argentina novamente a uma final de Copa do Mundo, depois de 24 anos, o que na época gerou muita alegria nos amantes do futebol, especialmente para os jovens, que nunca haviam vivido essa experiência.

Sabella também foi um dos maiores ídolos do Estudiantes de La Plata. Embora como jogador tenha conquistado apenas dois títulos no clube, a principal lembrança do torcedor foi pela passagem como técnico, já que conquistou, além de um campeonato nacional, a Copa Libertadores. Essa Copa Libertadores o levou a disputar a Copa do Mundo de Clubes, onde a proposta de jogo do treinador neutralizou o Barcelona de Pep Guardiola e esteve a apenas dois minutos de vencê-lo (mas o clube espanhol empatou aos 88 minutos e depois venceu na prorrogação).

Como jogador, Sabella também conquistou títulos com o River Plate (3) e com o Grêmio (2).

Além das manifestações de torcedores que aconteceram tanto na casa do ex-treinador como no estádio do Estudiantes, muitas personalidades do mundo do futebol vieram se despedir de Alejandro, no velório realizado na prédio da AFA. Mais tarde, milhares de fãs (a maioria do Estudiantes) acompanharam o cortejo fúnebre até o cemitério.

Na previa de todas as partidas disputadas na última semana, foi realizado um minuto de silêncio em sua homenagem.

Copa Libertadores

Boca teve problemas, mas avançou

Antes do jogo, levando em conta o desempenho das equipes na partida anterior, vencida pelo Boca por 1-0, o Boca era indiscutível favorito para avançar para as quartas de final, e sem muitas complicações. Porém, o Inter fez um ótimo primeiro tempo, o que se refletiu no placar no início da partida, quando Fabra acabou marcando contra. Depois daquele 1-0 a favor da equipe brasileira, o jogo ficou difícil e terminou sendo definido na cobrança de penalidades, onde o Boca avançou após o jovem Peglow perder a sexta cobrança.

Agora, a equipe de Miguel Ángel Russo busca uma vaga nas semifinais contra o Racing, nesta quarta-feira, dia 16 dezembro, às 21h30, horario de Buenos Aires.

River viaja com vantagem para o Uruguai

A equipe de Marcelo Gallardo voltou a pisar forte na Copa Libertadores: venceu o Nacional do Uruguai por 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final e deve ir para confirmar essa vantagem na quinta-feira, dia 17 de dezembro, às 21h30, horario de Buenos Aires. Na partida, apesar de muitas polêmicas, River foi bem superior a um Nacional que se dedicou a defender o zero no placar, mas só pode resistir até os 67 minutos, quando Gonzalo Montiel abriu o placar, em cobrança de pênalti. Na última jogada da partida, Zuculini finalizou grande jogada da equipe para selar o 2 a 0, e carimbar a vitória contra o Nacional.

Copa Sul Americana

Lanús e Independiente empataram em um jogo muito travado

No duelo argentino, nenhuma das duas equipes conseguiu tirar vantagem do jogo de ida. Apesar do jogo truncado, as duas equipes tiveram chances claras de converter, mas não conseguiram quebrar o zero. Na quinta-feira, dia 17 de dezembro, às 19h15, horario de Buenos Aires, eles decidirão a vaga para as semifinais. O jogo será no estádio do Independiente.

Vélez pagou caro pelos erros defensivos

O EL “Fortín” fez um bom jogo no seu campo contra o Universidad Católica, mas em duas jogadas muito específicas, cometeu erros defensivos que lhe custaram dois gols. No final da partida, Vélez conseguiu descontar através de Lucero e a partida terminou em 2 a 1. Agora, ele terá que ir buscar dois gols contra o clube do Chile na terça-feira, dia 15 de dezembro, às 21h30, horario de Buenos Aires, para seguir avançando na Copa.

Defensa y Justicia, com muito VAR, trouxe um grande resultado do Brasil

Nos últimos tempos, tornou-se comum o VAR ocupar um lugar de destaque nas noticias do futebol. Mas no jogo de Bahia x Defensa y Justicia, teve mais VAR do que jogo. No primeiro tempo, o árbitro utilizou a tecnologia em seis ocasiões diferentes (tanto para lances de gols como para revisão de penalidades), o que resultou em pelo menos 14 minutos de paralização. Portanto, no primeiro tempo foi quase impossível jogar. Na segunda, o poderio ofensivo da equipe comandada por Hernán Crespo se fez valer para chegar a um marcador de 3-1, mas não conseguiu manter essa vantagem e a partida terminou em 3-2. A série será definida na Argentina, no dia 16 de dezembro, às 19h15, horario de Buenos Aires.

Copa Diego Armando Maradona

Já começou a segunda etapa da Copa Diego Armando Maradona, com os olhos postos na Fase dos Campeões, em que os “grandes” começaram com o pé esquerdo. Defensa y Justicia y Lanús, que jogam a Fase de Complementação, foram os únicos times, entre os que disputam taças internacionais, que conseguiram somar 3 pontos na competição nacional.

Fase Campeón

No “grupo da morte” (grupo A) da Fase de Campeões, Boca e River começaram vencendo os seus jogos, mas não conseguiram segurar a vantagem e ambos ficaram empatados no segundo tempo. O Arsenal, com uma ótima abordagem no campo do Boca, empatou com o clube “Xeneize” na última jogada da partida, enquanto o Argentinos Juniors fez grande jogo na visita ao River, onde depois de jogar um ótimo segundo tempo igualou a partida aos 66 minutos.

O Huracán aproveitou estes empates e com a grande vitória local sobre o Independiente (com uma equipa totalmente alternativa), é o único líder do grupo. O “Globo” começou perdendo por 2-0 mas, com um segundo tempo contundente, aproveitando o facto de ter mais um jogador, conseguiu virar o jogo e vencer por 3-2.

posiciones-y-resultados-grupo-a-fase-campeon-copa-diego-armando-maradona

No grupo B, todas as partidas terminaram 2-0. Pela primeira vez no torneio, o Atlético Tucumán caiu, perdendo para outro time que vinha jogando muito bem: o Banfield, que recuperou seu principal nome, Mauricio Cuero. Além disso, Talleres venceu exibindo grande futebol na visita a San Lorenzo e Gimnasia, a equipe que era comandada por Diego Armando Maradona, mostrou que ainda está em chamas e triunfou como visitante contra o Colón.

posiciones-y-resultados-grupo-b-fase-campeon-copa-diego-armando-maradona

Fase Complementación

No grupo A, onde ninguém queria jogar, Defensa y Justicia e Lanús, apesar da disputa na Copa Sul-Americana, venceram suas partidas (3-1 contra o Unión e 2-1 contra o Aldosivi respectivamente, ambos fora de casa ) e são líderes junto com Rosario Central, que venceu Patronato com goleada.

posiciones-y-resultados-grupo-a-fase-complementación-copa-diego-armando-maradona

No grupo B, o Vélez venceu o Racing por 2 a 1, depois de marcar dois gols nos últimos três minutos de uma partida truncada e, assim, virar o resultado. Desse modo, divide a primeira colocação com o de Newells, que venceu o Estudiantes por 1 a 0, que ainda não conseguiu marcar gols nas sete partidas que disputou no torneio. Central Córdoba e Godoy Cruz empataram 1-1.

posiciones-y-resultados-grupo-b-fase-complementación-copa-diego-armando-maradona

Rodada 2 da Etapa Final da Copa Diego Armando Maradona

fecha-2-etapa-final-copa-diego-armando-maradona

Primeira Nacional e Torneio de Transição Femenino

Na Fase 1 da Primeira Nacional (a segunda divisão argentina), o Estudiantes de Buenos Aires lidera o Grupo A com 7 pontos, escoltado pelo Agropecuario com 6 e Platense com 5. No Grupo B, o Atlético Rafaela é o líder com 7, seguido de perto pelo Tigre com 6 e pelo Gimnasia de Mendoza e Sarmiento com 4.

Na Fase 2, o grupo A é liderado por Barracas Central e San Martín de San Juan com 7 unidades, enquanto no grupo B, três equipes dividem o primeiro lugar com 6 pontos: Santamarina, Quilmes e Almagro.

Nesta categoria, existe uma grande polêmica. Além do nível de arbitragem geralmente ser ruim, há um caso específico que fez ruído toda semana: Barracas Central. Este clube, é presidido por Matías Tapia, filho de Claudio Tapia (presidente da AFA), e está há muito tempo sob os holofotes devido a supostos benefícios dos árbitros. A realidade é que, ao longo do torneio, o clube recebeu muitas acusações quando a lances polêmicos a seu favor. No último jogo, em que enfrentou o Belgrano, voltou a acontecer, o que despertou grande desconforto em todas as equipes da categoria. Além disso, Belgrano acusou outras situações futebolísticas extras que não ocorrem com outras equipes. Isso foi expresso no depoimento que publicou em suas redes sociais:

Ainda não houve resposta da AFA ou da Central de Barracas.

O Torneio de Transição Feminino já definiu suas primeiras equipes classificadas para a Fase Final. Na Zona B, o UAI Urquiza avançou com 100% de aproveitamento, enquanto a segunda colocação do grupo foi conquistada pelo Platense, após vencer o Rosario Central por 4 a 3 em uma partida emocionante. Na Zona D, River e Racing avançaram para como esperado. O Boca já garantiu a sua vaga na próxima fase, depois de vencer três jogos na Zona A, em que resta definir o segundo lugar que será definido entre Gimnasia e SAT. Na Zona C, San Lorenzo, Independiente e Estudiantes vão lutar pelo primeiro lugares.